Atletas da Associação de Deficientes das Forças Armadas, Delegação de Évora (ADFA), foram os únicos Portugueses que subiram ao pódio, no Portugal “O” Meeting 2017.

O Portugal “O” Meeting 2017, vai na 22ª edição e é a segunda das três provas internacionais de Orientação pedestre, que integram o Ranking Mundial da Federação Internacional de Orientação (IOF WRE) e o ranking da Taça de Portugal Vitalis, da Federação Portuguesa de Orientação.

O POM – Portugal “O” Meeting é considerada a prova rainha, da orientação pedestre, do calendário de inverno, que junta todos os anos em Portugal e durante 4 dias, as principais equipas e a grande maioria das estrelas da elite mundial a destacar Gustav Bergman e Albin Ridefelt (Suécia), Lucas Basset e Thierry Gueorgiou (França), Baptiste Rollier (Suíça) e Milos Nykodym (República Checa), assim como um enorme número de jovens e veteranos que procuram o bom tempo e bons percurso.

O palco escolhido, para o POM, foi o Alto Alentejo, e as provas decorreram em três concelhos vizinhos, Portalegre, Alter do Chão e Crato.

A organização esteve a cargo do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos que teve um desempenho notável, oferecendo mapas e percursos de alto recorte técnico em terrenos de sonho, ao encontro das expectativas dos mais de 2.400 participantes oriundos de 36 países.

Thierry Gueorgiou e Simone Niggli foram os grandes vencedores do Portugal O’ Meeting 2017. Repetindo o feito de anos anteriores – foi a sétima vitória de Niggli na prova portuguesa contra seis triunfos de Gueorgiou -, ambos fizeram alarde duma invejável qualidade técnica e condição física, mostrando o porquê de serem os melhores atletas mundiais de sempre nesta desafiante modalidade.

Destacar as prestações portuguesas, onde dois atletas da ADFA, Marco Póvoa e Ricardo Esteves, ambos em 3º lugar, obtiveram lugar de pódio e a nossa equipa foi 2ª classificada, atrás de uma muito forte equipa Finlandesa.