Jacinto Eleutério

Jacinto Eleutério

(0 comentários, 58 posts)

Este usuário não compartilha nenhuma informação de perfil

Posts de Jacinto Eleutério

ADFA EM ABRANTES

0

Numa organização conjunta do COA (Clube de Orientação de Abrantes) e do CLAC (Clube de Lazer Aventura e Competição), disputaram-se no fim de semana de 20/21 de maio os campeonatos nacionais de sprint e distância longa.

Para o campeonato de sprint. a organização escolheu a bonita Vila de Constância, com as suas ruas, escadas e vielas a beijar o rio Tejo e constituindo um grande desafio para todos os participantes.

O facto de este campeonato se realizar em duas mangas muito espaçadas entre si, não foi muito do agrado da maioria dos participantes.

A ADFA consegui 4 títulos colectivos de campeão nacional e fez subir ao pódio individual 12 dos seus atletas a saber:

Campeões colectivos:

H16 – Tiago Lampreia; Diogo Lampreia e João Pinto

D16 – Joana Branco; Maria do Mar e Catarina Pereira

H20 – Bernardo Pereira; Vasco Duarte e Hugo Glórias

Vet M III – Mário Duarte; Luís Sousa e João Barrulas

Campeões Individuais:

Tiago Lampreia – 1º H16

Pedro Moniz – 1º H18

Filipa Rodrigues – 1ª DE

Jorge Correia – 1º H40

Outros atleta que subiram ao pódio:

João Pinto e Diogo lampreia; 2º e 3º em H16

Joana Branco – 3ª D16

Bernardo Pereira – 3º H20

Margarida Ricardo – 3ª D21B

Alexandre Reis – 3º H45

Armando Sousa – 2º H50

Mário Duarte – 2º H55

O campeonato de distância longa foi disputado no mapa de S. Facundo, num terreno que alternava zonas de eucalipto e de sobreiro com zonas que apresentavam muita vegetação rasteira de tojo e silvas que dificultavam bastante a progressão dos atletas. A acrescentar a este facto havia o declive bastante acentuado que levou a que os tempos realizados nalguns escalões fossem muito superiores aos recomendados para este tipo de distância.

A ADFA consegui nesta distância 6 títulos de campeão colectivo e viu subir ao pódio 14 dos seus atletas:

Campeões colectivos:

H16 – Tiago Lampreia; Diogo Lampreia e João Pinto

D16 – Joana Branco; Maria do Mar e Catarina Pereira

H20 – Bernardo Pereira; Vasco Duarte e Hugo Glórias

Vet M I – Jorge Correia; Marco Póvoa e Jorge Mendes

Vet M II – Francis Cordeiro; Alexandre Reis e Sérgio Santos

Vet M III – Mário Duarte; Luís Sousa e João Barrulas

Campeões Individuais:

Joana Branco – 1ª D16

Carolina Caroço – 1ª D20

 

Jorge Correia – 1º H40

Francisco Cordeiro – 1º H50

Outros atleta que subiram ao pódio:

Diogo lampreia; 2º H16

Bernardo Pereira – 2º H20

Mariana Jorge – 2ª D20

Filipa Rodrigues – 2ª DE

Margarida Ricardo – 3ª D21B

Marco Póvoa – 2º H35

Alexandre Reis – 3º H45

Sérgio Santos – 2º H50

Armando Sousa – 3º H50

Mário Duarte – 2º H55

De referir que nestes campeonatos tivemos a ausência de 2 dos nossos atletas que à partida seriam potenciais campeões nos seus escalões (seniores mas. e juniores mas.), Pedro Nogueira e Ricardo Esteves, que se encontravam em Itália em representação das cores nacionais na XXIII edição da Taça dos Países latinos.

Temos de relevar igualmente o transporte que nos foi disponibilizado pela unidade militar aqui sediada, sem o qual seria muito difícil a nossa participação nestes campeonatos

 

ADFA em Ançã

0

A ADFA em Ançã no Campeonato Nacional de Distancia Média de Ori-BTT

A Associação de Deficientes das Forças Armadas Delegação de Évora (ADFA) deslocou-se, no fim-de-semana de 29 e 30 de abril, ao concelho de Cantanhede, mais propriamente à vila de Ançã para disputar o Campeonato Nacional de Distancia Média de Ori-BTT, integrado no “Ori-BTT de Ançã”.

Tratou-se da 3ª prova da época, integrada no Campeonato Nacional da disciplina,  com organização conjunta da Federação Portuguesa de Orientação (FPO), da Associação Desportiva do Mondego (ADM – ORI Mondego) e da Junta de Freguesia de Ançã.

No primeiro dia, com condições atmosféricas a convidar a altos andamentos e num mapa em que o declive era pouco acidentado, mas que exigia grande concentração aos atletas, disputaram-se os Campeonatos Nacionais de Distancia Média.

Com a participação de cerca de 100 atletas, sendo 9 atletas da ADFA, estes fizeram chegar o nome do clube ao lugar bem alto do pódio, quer individualmente quer em equipa.

Sagraram-se Campeões Nacionais:

Marco Povoa, campeão nacional no escalão H40

Eduardo Sebastião em H50, com um pódio totalmente da ADFA, José Silva 2º e Luís Sousa em 3º

Jorge Artur campeão nacional no escalão H60

Na classificação colectiva do CN a ADFA, recebeu o prémio de clube campeão nacional na categoria de H50, com Eduardo Sebastião, José Silva e Luís Sousa.

Na classificação do “Ori-BTT Ançã”, mais uma vez os atletas da ADFA subiram ao pódio, com Sandra Rodrigues a vencer, em D2A, Eduardo Sebastião, em H50 e Jorge Artur em H60.

A próxima prova vai ser em Braga a 27 e 28 de Maio onde estará em jogo o campeonato nacional de Sprint.

MTBO Trohy 2017

0

A ADFA no “III Costa Alentejana MTBO Trohy 2017”

O Município de Santiago do Cacém e o Litoral Alentejano receberam o “III Costa Alentejana MTBO Trohy 2017”, que se realizou na chamada “Amazónia do Alentejo”, sob a égide da Federação Portuguesa de Orientação (FPO), da International Orienteering Federation (IOF) e incluido no calendário do Campeonato Nacional de OriBTT.

O evento incluiu duas etapas, a contarem também para o WRE e para o Campeonato Ibérico Femenino: uma de distância média no dia 1 de abril e outra de distância longa, no dia 2 de abril. Ambas decorreram na Herdade da Casinha em Mulinheta. Primeira prova da época a contar para o Ranking Mundial. Estas provas contaram também para a Taça de Portugal e Taça de Espanha por isso estiveram presentes atletas de Espanha, França, Estados Unidos, Reino Unido, Dinamarca e Estónia.

Na tarde do dia 1 de abril realizaram-se os Campeonatos Nacionais de Estafetas das várias categorias, no Parque Central de Vila Nova de Santo André.

A organização pertenceu ao Clube da Natureza de Alvito (CNA) e do Clube de Orientação e Aventura do Litoral Alentejano (COALA), em parceria com o Município de Santiago do Cacém e o apoio da União de Freguesias de Santiago do Cacém, S. Bartolomeu e Santa Cruz.

A ADFA fez-se representar com 9 atletas, que nas várias categorias alcançaram lugares de relevo nas várias classificações, onde se destacam as seguintes:

Campeonato Nacional de Estafetas:

Campeões em Veteranos M II

No III Troféu de Orientação MTB – Costa Alentejana

1ª em W 35 – Sandra Rodrigues

2º em M 50 Eduado Sebastião

3º lugar em M 55  – Mário Duarte.

A próxima prova serão os Campeonatos Nacionais de distância média e de estafetas de orientação pedestre e decorrerão nos dias 22 e 23 de abril

A organização é da responsabilidade da Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA) sob a alçada da Federação Portuguesa de Orientação (FPO) e apoio da Câmara Municipal de Vendas Novas.

 

ADFA NO BTT EM SINTRA

0

A ADFA no 1º Evento de OriBTT, em Janas – Sintra

Boa a prestação dos atletas da ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas Delegação de Évora, no primeiro evento da Taça de Portugal de Orientação em BTT.

Sub a alçada da Federação Portuguesa de Orientação e organização do CPOC – Clube Português de Orientação e Corrida, contando com o apoio da Câmara Municipal de Sintra, realizou-se no passado fim de semana, 11 e 12 de março em Janas, uma pequena e pacata aldeia situada na freguesia de S. Martinho, à beira do Parque Natural Sintra, o VIII Troféu Ori-BTT do CPOC.

Com um tempo satisfatório para a prática de BTT, não fora o vento a dificultar a prestação dos atletas, e um mapa que permitia a escolha de bons trilhos, contando com cerca de centena e meia de atletas federados a equipa da ADFA, constituída por sete atletas, logrou alcançar brilhantes resultados individuais, nos dois dias de prova, pois cinco, obtiveram lugares de pódio.

Maria Sá, mesmo lesionada, consegui o 4º lugar em DE

Sandra Rodrigues, 1º lugar em D21A

Jorge Mendes, 3º lugar em H40

Eduardo Sebastião, 2º em H50

Jorge Artur, 1º lugar em H60

O próximo evento desta modalidade será nos dias 1 e 2 de abril, em Santa Cruz (Santiago do Cacém), no Campeonato Ibérico Feminino O-BTT, na III Costa Alentejana MTBO Trophy, prova da Liga Nacional, Campeonato Ibérico Feminino e, World Master Series e MTBO World Ranking Evento. Boa recuperação para os lesionados, até lá.

ADFA PRESENTE EM AGUIAR DA BEIRA

0

A ADFA no Meeting de Aguiar da Beira 2017

Ainda os 36 atletas da ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas Delegação de Évora, não tinham recuperado dos 4 dias de provas no POM, já estavam a competir e desta vez em Aguiar da Beira no ABOM – Aguiar da Beira “O” Meeting 2017, que decorreu no centro do Pais no distrito da Guarda.

Sob a alçada da Federação Portuguesa de Orientação – FPO e cuja organização coube ao Clube de Orientação de Estarreja, com o apoio da Câmara Municipal de Aguiar da Beira, o evento completou o ciclo de três provas internacionais, com etapas integradas, no Ranking Mundial da Federação Internacional de Orientação (IOF WRE) e onde marcaram presença cerca de 750 concorrentes oriundos de 21 países.

Em condições climatéricas adversas, num mapa com muitos detalhes rochosos onde houve momentos em que o terreno ficou completamente branco, provocado pela queda de neve, o que provocou que muitos dos atletas não completaram seus percursos, devido às dificuldades técnico/física, a nossa equipa conseguiu mesmo assim excelentes resultados, alcançando o 2º lugar por equipas e colocando cinco dos seus atletas no pódio.

De relevar que esta participação só foi possível com o apoio da Câmara Municipal de Évora, que nos cedeu um autocarro para que a nossa equipa se pudesse deslocar.

ADFA NO POM 2017

0

Atletas da Associação de Deficientes das Forças Armadas, Delegação de Évora (ADFA), foram os únicos Portugueses que subiram ao pódio, no Portugal “O” Meeting 2017.

O Portugal “O” Meeting 2017, vai na 22ª edição e é a segunda das três provas internacionais de Orientação pedestre, que integram o Ranking Mundial da Federação Internacional de Orientação (IOF WRE) e o ranking da Taça de Portugal Vitalis, da Federação Portuguesa de Orientação.

O POM – Portugal “O” Meeting é considerada a prova rainha, da orientação pedestre, do calendário de inverno, que junta todos os anos em Portugal e durante 4 dias, as principais equipas e a grande maioria das estrelas da elite mundial a destacar Gustav Bergman e Albin Ridefelt (Suécia), Lucas Basset e Thierry Gueorgiou (França), Baptiste Rollier (Suíça) e Milos Nykodym (República Checa), assim como um enorme número de jovens e veteranos que procuram o bom tempo e bons percurso.

O palco escolhido, para o POM, foi o Alto Alentejo, e as provas decorreram em três concelhos vizinhos, Portalegre, Alter do Chão e Crato.

A organização esteve a cargo do Grupo Desportivo dos Quatro Caminhos que teve um desempenho notável, oferecendo mapas e percursos de alto recorte técnico em terrenos de sonho, ao encontro das expectativas dos mais de 2.400 participantes oriundos de 36 países.

Thierry Gueorgiou e Simone Niggli foram os grandes vencedores do Portugal O’ Meeting 2017. Repetindo o feito de anos anteriores – foi a sétima vitória de Niggli na prova portuguesa contra seis triunfos de Gueorgiou -, ambos fizeram alarde duma invejável qualidade técnica e condição física, mostrando o porquê de serem os melhores atletas mundiais de sempre nesta desafiante modalidade.

Destacar as prestações portuguesas, onde dois atletas da ADFA, Marco Póvoa e Ricardo Esteves, ambos em 3º lugar, obtiveram lugar de pódio e a nossa equipa foi 2ª classificada, atrás de uma muito forte equipa Finlandesa.

 

VITÓRIA NO BLOM

0

NOVA VITÓRIA DA ADFA NO BLOM 2017 – Beira Litoral O’ Meeting 2017

A Associação de Deficientes das Forças Armadas, (ADFA) Delegação de Évora, alcançou a segunda vitória consecutiva, por equipas, no fim-de-semana de 18/19 de fevereiro no BLOM – Beira Litoral O’ Meeting 2017 – Troféu Rainha Santa.

Foi Coimbra, a denominada cidade universitária, com o rio Mondego a seus péus e as serranias de Cernache do Bonjardim, que receberam o BLOM – Beira Litoral O’ Meeting 2017 – Troféu Rainha Santa, a primeira de três provas internacionais, que decorrem no nosso País e se iniciaram no referido fim de semana e culminam, no Aguiar da Beira O’ Meeting 2017, com o POM – Portugal O’ Meeting de permeio, a acontecer de 25 a 28 de fevereiro.

O BLOM 2017, organizado pela a ADM – Ori Mondego – Associação Desportiva do Mondego, sob égide da Federação Portuguesa de Orientação, em parceria com Camara Municipal de Coimbra e União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, foi a terceira prova da Taça de Portugal Vitalis de Orientação Pedestre 2017, constituída por três etapas duas delas integradas, no Ranking Mundial da Federação Internacional de Orientação (IOF WRE).

Esta prova recebeu atletas, Áustria, Brasil, Dinamarca, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Reino Unido, Alemanha, Hong Kong, Hungria, Macau, Noruega, Polónia, Portugal, Rússia, Suécia e Taiwan, totalizando 18 países e cerca de 676 atletas.

As duas primeiras etapas decorreram na zona antiga de Coimbra com desnível acentuado obrigando os atletas a um desgaste físico constante e em que qualquer erro técnico comprometia o resultado final.

A ADFA, fez-se representar por 40 atletas, que no somatório dos pontos obtidos nas três provas (Sprint WRE, Média Urbana e Media WRE), a levaram a alcançar o 1º lugar por equipas e com direito a pódio nos seguintes escalões:

M16 1º Tiago Lampreia

M 20 1º Ricardo Esteves

W 20 1º Patrícia Romão

M 40 1º Jorge Correia

M 50 3º Santos Sousa

M 55 1º Mário Duarte

Destacar o excelente 6º lugar de Pedro Nogueira no escalão elite, o mais competitivo  desta modalidade.

 

ADFA ENTRA A VENCER

0

A ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas, iniciou a Taça de Portugal Vitalis de Orientação Pedestre 2017 no Meeting de Orientação do Centro, a primeira das 12 provas que compõem o calendário Nacional e que se realizou nos dias 14 e 15 de janeiro no concelho de Leiria, na freguesia de Coimbrão, mesmo juntinho à Lagoa da Ervideira que serve de fronteira entre a mata do pedrogão e do urso, a norte do Pinhal de Leiria.

A organização coube ao Clube de Orientação do Centro (COC- Leiria), sob a égide da Federação Portuguesa de Orientação, contando com a participação de mais de 450, representando Portugal, Espanha e Suiça.

Com uma muito boa organização e num mapa com grande exigência técnica, onde qualquer desatenção se revelava fatal para as aspirações dos participantes, a nossa equipa entrou com o pé direito arrasando a concorrência, obtendo várias vitórias individuais que culminaram com a vitória colectiva e com uma larga vantagem sobre todas as outras equipas participantes.

De relevar a vitória da jovem Filipa Rodrigues, que em estreia no escalão de elite feminina (o mais competitivo deste género) levou de vencidas todas as suas adversárias bem mais experientes nestas andanças.

A ADFA participou com 37 atletas, cuja deslocação só foi possível graças à cedência de transporte por parte da unidade militar aqui sediada, sem a qual seria muito difícil a nossa participação.

ADFA CAMPEÃ NACIONAL EM ABSOLUTOS MAS.

0

Decorreram nos dias 12/13 novembro 2016 os Campeonatos Nacionais Absolutos de Orientação Pedestre onde, mais uma vez, a nossa equipa se portou a grande altura alcançando o título de Campeã Nacional por clubes, em masculinos, feito que já tinha sido conseguido no ano anterior.

Aconteceu no passado dia 13 de novembro, na região do Alentejo Central, no mapa da S. Bartolomeu do Outeiro, próximo de Torre de Coalheiros,

Este evento teve uma prova de qualificação no dia 12 na zona de Viana do Alentejo, com a final a decorrer no excelente mapa de S. Bartolomeu do Outeiro e contou para a Taça de Portugal VITALIS de Orientação Pedestre 2016.

A organização do Campeonato Nacional Absoluto, pertenceu ao Clube da Natureza de Alvito (CNAlvito) e do Clube de Orientação e Aventura do Litoral Alentejano (COALA), sob a égide da Federação Portuguesa de Orientação (FPO), contando com as parcerias da Câmara Municípal de Viana do Alentejo, da Câmara Municipal de Évora e os apoios das Juntas de Freguesia de Viana do Alentejo e de Torre de Coelheiros.

No primeiro dia,12 de novembro, decorreram as qualificatórias, em Viana do Alentejo, em que todos os percursos de apuramento para a final eram semelhantes.

A ADFA colocou 4 atletas femininas e 12 atletas masculinos, nas Final A, alcançando o referido título, em masculinos para o qual contaram os melhores 5 atletas dessa final.

colectivo

No setor feminino a jovem Filipa Rodrigues sagrou-se Vice-Campeã.

filipa

Nos restantes escalões, que não alcançaram a final, foram alcançados os seguintes lugares de podium.

João Barrulas 3º – H55                                       Maria do mar 3ª – D14

Jacinto Eleutério 1º – H60                                  Alice Silva 1ª – D50

Luís Sousa 2º – H60

 

 

Terminada a época de 2016 e após este Campeonato Nacional Absoluto, A ADFA alcançou o 1º lugar do RanKing de Clubes, na Taça de Portugal VITALIS de Orientação Pedestre 2016, com a pontuação alcançada no decorrer da época dos melhores 7 atletas jovens (H/D15, H/D17 e H/D20), dos melhores 7 atletas seniores (H/D21E, HD21A), e dos melhores 7 atletas veteranos (H/D40, H/D50, H/D60), de ambos os sexos.

De relevar o excelente apoio que nos foi disponibilizado ao longo do ano pela Câmara Municipal de Évora e pela unidade Militar sediada na nossa cidade. Só com cedência de transportes por estas entidades foi possível a deslocação para as provas que pontuavam para o ranking nacional, o que nos possibilitou alcançar o 1º lugar no ranking final.

2017 está a chegar e estes êxitos trazem-nos ainda mais responsabilidade, mas os nossos atletas prometem defender os títulos conquistados nesta época, quer individual quer colectivamente, aproveitando esta oportunidade para desejar a todos os associados a amigos um Feliz e Santo Natal e um Novo Ano recheado de coisas boas.

II Meeting de Orientação Dão Lafões

0

A ADFA – Associação dos Deficientes das Forças Armadas, deslocou-se no fim de semana de 8 e 9 de outubro, ao Distrito de Viseu para participar no II Meeting de Orientação Dão Lafões.

Esta prova, do calendário da Taça de Portugal,. decorreu em Sátão, no Distrito de Viseu, na região de Dão Lafões, juntinho ao Santuário do Senhor dos Caminhos, próximo da povoação de Râs. organizada pelo Clube de Orientação de Viseu, com os apoios da Federação Portuguesa de Orientação e a Câmara Municipal de Sátão.

Um fim de semana com condições atmosféricas ainda a cheirar ao verão, em terreno com declive acentuado com uma grande riqueza de detalhes rochosos, com áreas cobertas de floresta de pinheiro e bastante vegetação rasteira, os atletas tiveram muitas dificuldades de progressão para conseguirem os seus objetivos.

Os nossos agradecimentos à unidade militar sediada em Évora que disponibilizou o transporte para a nossa deslocação.

A ADFA alcançou o 2º lugar coletivo, com bastantes atletas a destacarem-se nos respetivos escalões.

Patrícia Romão 2ª D18

Miguel Baltazar 2º H18

Filipa Rodrigues 1ª D20

Bernardo Pereira 3º H20

Albertina Sá 3ªDE

Pedro Duarte 4ºHE

Marco Póvoa 5ºHE

Sandra Rodrigues 1ª D21A

Jorge Correia 1º H40

Alice Silva 2ª D50

Daniel Pires 1º H50

Santos Sousa 2º H50

Francisco Cordeiro 3º H50

Luis Sousa 2º H60

Resultados completos em www.fpo.pt

A próxima participação da ADFA será em Idanha-a-Nova, na organização do Campeonato Nacional Absoluto de ORI-BTT nos próximos dias 15 e 16 de outubro, provas pontuáveis para a Taça de Portugal de Orientação em BTT.

Feed RSS de Jacinto Eleutério
Voltar ao Topo