O Clube

A ADFA – Évora (Associação dos Deficientes das Forças Armadas, Delegação de Évora) é uma instituição com a missão de representar os deficientes militares na defesa dos seus direitos, reivindicando a criação de condições que possibilitem o pleno exercício da cidadania. Desenvolver e congregar esforços no sentido de reabilitar e reintegrar os associados.

A ADFA defende os valores:

® Igualdade – estabelece a dignidade humana no referente aos direitos fundamentais e aos direitos e deveres sociais, exigindo a igualdade de todos os seus pares perante a lei, não admitindo a discriminação;

® Independência – assenta na liberdade de pensamento e determinação do percurso da organização;

® Liberdade – isenção e independência da organização face às doutrinas ideológicas, religiosas ou étnicas/raciais, no total respeito pela igualdade de género, identidade e livre escolha das pessoas;

® Inserção Social – pressupõe a inserção do seu público-alvo (associados) na sociedade proporcionando-lhes as condições essenciais de acesso à saúde, informação, habitação, trabalho, alimentação e cultura necessárias à plena inclusão social;

® Participação – em sentido colectivo onde impera a informação, a partilha de valores comuns, de responsabilidade social, visando uma sociedade mais justa e igualitária.

® Solidariedade – subentende acções de apoio, cooperação e entreajuda garantindo e promovendo a coesão e a justiça Social.


Em paralelo com esta missiva a Secção de Orientação da Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA), Delegação de Évora, teve o seu início em Setembro de 2001, herdando os atletas da extinta secção de orientação do Lusitano Ginásio Clube, tendo alcançado logo no primeiro ano (2002) 17 título nacionais – 5 na disciplina de estafetas; 5 na de sprint; 4 na disciplina de distância longa; 2 na distância média e um em BTT).

No ano de 2003 foram conseguidos 12 títulos (3 em estafetas; 2 no sprint; 2 na longa; 2 na média; um na ultra-longa; e os títulos de Campeões Nacionais Absolutos em masculinos e femininos.

Em 2004 mais 12 títulos (4 nas estafetas; 2 no sprint; 2 na longa; 1 na média; um na ultra-longa; e a revalidação dos títulos de Campeões Nacionais Absolutos.

No ano de 2005 mais 15 títulos (4 nas estafetas; 1 no sprint; 3 na longa; 2 na média; 3 na ultra-longa; e novamente os títulos Nacionais Absolutos em masculinos e femininos.

Em 2006 mais 18 títulos (3 nas estafetas; 4 no sprint; 4 na longa; 3 na média; 2 na ultra-longa; e mais 2 títulos de Campeões Nacionais Absolutos.

Já neste ano de 2007 mais 6 títulos (1 nas estafetas; 2 no Sprint; 2 na distância média; e campeões Nacionais Absolutos em Masculinos. De referir que este ano a ADFA foi o clube organizador do campeonato de estafetas e distância longa, tendo quase todos os seus atletas empenhados nas várias tarefas da organização. Ao longo da sua ainda curta existência a secção de orientação da ADFA totaliza 80 títulos nacionais.

Refira-se, por não menos importante, que a secção de Orientação da ADFA já organizou algumas das mais importantes competições que se realizam em Portugal. Em 2004 organizou o Portugal “O Meeting” em Évora e Reguengos de Monsaraz e no mesmo ano o XII campeonato ibérico em Vendas Novas. Em 2005, em Reguengos de Monsaraz organizou os campeonatos de média e de sprint e em 2007 em Vendas Novas os campeonatos de estafetas e distância longa, XVI Campeonato Ibérico, em Idanha-a-Nova, em 2008 e em 2013 o Portugal “O Meeting” em Idanha-a-Nova.

Fizemos parte da Direcção do Campeonato do Mundo de Veteranos realizado em Portugal no ano de 2008.

No ano 2004 a secção de orientação da ADFA foi agraciada com o prémio “Reconhecer o Mérito” atribuído pelo Instituto Nacional do Desporto (IDP).