Nos dias 7 e 8 de Maio tiveram lugar os Campeonatos Ibéricos Masculinos de Distância Média e Longa em Ori-BTT, numa região onde a Pêra Rocha é Rainha.

O local escolhido para a realização das etapas, foi na zona dos concelhos do Cadaval (Quinta de Santo António) e Torres Vedras (Maxial).

Os clubes, ATV – Académico de Torres Vedras e CPOC – Clube Português de Orientação e Corrida, foram os organizadores, contando com o apoio da Federação Portuguesa de Orientação, das Câmaras de Cadaval e Torres Vedras e das juntas de Maxial e Peral.

A ADFA – Associação de Deficientes das Forças Armadas fez-se representar, por 10 atletas.

O sábado amanheceu com chuva a potes e estas condições atmosféricas mantiveram-se até ao final do dia, proporcionando aos atletas desfrutarem de toda a beleza dos trilhos e caminhos que mais se pareciam com ribeiros transformando as suas máquinas à Hidrobike, por força da quantidade de água que se fez sentir no corpo e nos trilhos independentemente do seu desnível. Realça-se que todos os atletas participantes lograram cumprir os objetivos que o mapa e as condições atmosféricas lhes lançaram sem incidentes.

Os atletas da ADFA, no Campeonato Ibérico Masculino de Distância Média, alcançaram as seguintes classificações e título:

Luís Sousa, obteve o título de Campeão Ibérico de Distancia Média em H50; Alexandre Reis, 3º em H40; Jorge Artur, 3º em H60.

Concluída a primeira etapa deste Campeonato Ibérico a Federação Portuguesa de Orientação homenageou os atletas que ficaram nos três primeiros lugares dos respectivos escalões do Ranking Taça de Portugal de Orientação em BTT, os três primeiros clubes e os atletas que representaram as Seleções Nacionais, em provas internacionais, na época de 2015.

A ADFA alcançou o 3º lugar no Ranking dos clubes, em Ori-BTT.

Os atletas da ADFA homenageados, no Ranking dos respectivos escalões e representação das Seleções foram:

Alice Silva, 1ª em D40; Mário Guterres por representar a Seleção no World Cup BTT, que decorreu na Hungria e no Campeonatos da Europa; Margarida Rocha por representar a Seleção no Campeonatos da Europa e pelo 1º lugar, em D20; Afonso Barreiros por representar a Seleção no Campeonatos da Europa; Sandra Rodrigues, pelo 2º lugar, em D21A; Crispim Júnior, pelo 3º lugar, em H60.

No domingo teve lugar a segunda e derradeira etapa, em Maxial, do Campeonato Ibérico com a Distância Longa, neste dia, o astro rei mostrou-se aos atletas e a chuva escondeu-se, mas os caminhos e trilhos encontravam-se bastante encharcados.

Os atletas da ADFA, que no Campeonato Ibérico Masculino de Distância Longa, alcançaram as seguintes classificações e títulos:

Afonso Barreiros 3º – H20;

Alexandre Reis 3º – H40;

Luís Sousa 3º – H50;

Jorge Artur Campeão Ibérico – H 60.

No troféu ORI-BTT ATV – CPOC, cuja classificação resulta do somatório de pontos das duas etapas, os atletas da ADFA com lugar no pódio foram:

Ana Rocha 1ª em D20; Sandra Rodrigues 1ª em D21ª; Alexandre Reis 2º em H40; Luís Sousa 2º em H50; Jorge Artur 3º em H60